sexta-feira, 7 de junho de 2013

Saudade...

                                            Saudade...
        
                                       

                                          Saudade...
                            Da infância,da inocência
      De quando tudo era mais fácil de se resolver,era só chorar!
             Saudade de quando o mundo era mais colorido
                   De quando o sonho era mais simples 


                                        Saudade...
                De quando eu não sabia o que era maldade
       porque na realidade,ninguém havia feito mal pra mim 
         Saudade da maneira como eu enxergava as pessoas
      De como eu enxergava o mundo, e o que se passava nele 
   
                                        Saudade...
           De quando só chorava quando ralava o joelho 
       naquela época minha mãe soprava e toda dor passava 
   Saudade de quando meus olhos eram cheios de esperança
         Mas agora a vida colocou neles de tudo um pouco
                   E eles só transbordam de saudade...

                  (Por Wenar de Sá Carvalho Junior)

     
    

                          
             

Um comentário:

Daiane Olímpia Vitor Gonçalves disse...

Uau!!Nem sei como comentar esse texto,fiquei ate meio sem palavras..
Você escreve com o seu coração nao é?
Sempre com sentimentos e de um jeito único de se expressar,se baseia em sua vida,seus sentimentos,suas visôes,suas razôes e até em um simples assunto que se foi conversado..Te Adimiro muito por ser essa pessoa que você é,uma pessoa que assim como seus textos é única em tudo,é uma pessoa íncrivel..Beijãoo